Idioma:
Conheça os principais indicadores de gestão para usar em sua clínica

Se você possui uma clínica odontológica, já deve ter percebido que administrar um estabelecimento como esse é uma tarefa árdua. Uma das ferramentas que pode facilitar esse trabalho são os indicadores de gestão (KPI’s).

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, indicamos quais são os KPI’s que não podem deixar de ser acompanhados no gerenciamento de uma clínica de odontologia. Confira!

Principais indicadores de gestão para clínicas de odontologia #1: faturamento bruto

O motivo pelo qual começamos nosso artigo com esse KPI é bem simples: toda empresa precisa faturar para se manter em funcionamento. E os consultórios e clínicas não escapam a essa regra.

Mas o que é o faturamento bruto? Em linhas gerais, esse indicador de gestão financeira representa a soma de todas as entradas de dinheiro em uma clínica dentro de determinado período.

Por meio dele, pode-se verificar se o faturamento de um estabelecimento é adequado à manutenção das operações e ao alcance das metas estipuladas.

“Ademais, o acompanhamento desse KPI também é uma forma de prever possíveis quedas de movimento em determinadas épocas do ano, haja vista que possibilita o comparativo do faturamento mês a mês.”

Com isso, pode-se adotar estratégias e ações de marketing digital para dentistas que tornem possível a redução do impacto financeiro nos meses de menor movimento.

Entre essas estratégias, podemos mencionar a divulgação de campanhas anunciando descontos ou avaliações gratuitas.

Principais indicadores de gestão para clínicas de odontologia #2: tempo médio de atendimento

Entre os indicadores de gestão relacionados à qualidade, um dos mais importantes é o tempo médio de atendimento.

Esse indicador quantifica o tempo médio de um contato entre um consultório e seus pacientes, abrangendo os seguintes momentos:

  • Espera pelo atendimento;
  • Conversas entre equipes e pacientes;
  • Tarefas realizadas no pós-chamada.

Ou seja, a média de tempo do atendimento deve levar em conta o somatório desses três momentos.

Mas, afinal, qual é a importância desse indicador? É muito simples: de acordo com uma pesquisa divulgada pela CX Trends 2020, 35% das pessoas não costumam esperar mais do que 10 minutos para serem atendidas.

Isso significa dizer que, passado esse tempo, a tendência é que haja desistências. Como consequência natural, sua clínica deixa de ganhar novos pacientes e ainda ganha uma má fama entre os pacientes.

Para que se possa reduzir o tempo médio de atendimento e evitar esses problemas, as clínicas de odontologia devem investir em treinamentos para as equipes e em ferramentas de automação, como chatbots.

Principais indicadores de gestão para clínicas de odontologia #3: taxa de retorno

Essa taxa é um KPI que mede a quantidade de pacientes que voltam a se consultar em uma clínica, considerando um determinado período.

Ela pode indicar, por exemplo, que os serviços prestados por um consultório estão satisfazendo o público. Nesse caso, tem-se taxas de retorno mais altas.

Aliás, uma das funções dos gestores de clínicas é manter esse indicador alto, o que também tende a refletir no faturamento do estabelecimento.

Afinal, quanto maior for o número de pacientes fidelizados, maior também será o número de consultas.

Ao contrário, índices mais baixos de retorno podem significar que os pacientes não estão tendo boas experiências em uma clínica.

Nessas circunstâncias, torna-se indispensável identificar os gargalos que podem estar prejudicando o atendimento.

Principais indicadores de gestão para clínicas de odontologia #4: satisfação do paciente

A satisfação do paciente está diretamente ligada à qualidade do atendimento prestado.

Por isso, todos os indicadores que estão relacionados ao atendimento influenciam o KPI que mede a satisfação dos usuários. Entre eles, podemos indicar o tempo médio de atendimento, já explicado anteriormente.

Ademais, não se pode esquecer que esse índice de satisfação deve ter como base questionários respondidos pelos próprios pacientes.

Esses questionários, podem fazer perguntas referentes a diversos aspectos que envolvem o atendimento, tais como:

  • Adequação e limpeza das instalações;
  • Tempo de espera por atendimento;
  • Qualidade do atendimento prestado;
  • Atendimento prestado pelos profissionais de saúde;
  • Pontualidade das consultas.

Outra ferramenta que deve ser usada para fazer a medição da satisfação dos pacientes é a avaliação NPS (Net Promoter Score).

Esse método tem como finalidade medir o grau de fidelidade dos usuários dos serviços de uma clínica.

Por meio da NPS, os pacientes podem ser classificados em neutros, promotores ou detratores de uma clínica, de acordo com seu grau de satisfação com os serviços.

Indicadores de gestão de clínicas: uma ferramenta poderosa para aumentar os resultados do seu negócio

Como toda e qualquer empresa, sua clínica também precisa se utilizar de ferramentas que possibilitem um gerenciamento eficiente e assertivo de processos e rotinas.

E é justamente nesse ponto que entra a importância dos indicadores de gestão. Com eles, você poderá acompanhar o seu negócio de perto, tomando as melhores decisões a partir de dados precisos e confiáveis.

Quais indicadores de gestão você utiliza para acompanhar a sua clínica?

2018 © Copyright BAUMER Dental | Todos os direitos reservados

Nós usamos cookies para oferecermos uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar em nosso site, você concorda com a utilização de cookies. Mais informações

Formulário de Inscrição* 

* O preenchimento desse formulário não garante 100% de sua inscrição. Entraremos em contato para finalizar a mesma.