Idioma:
Doença Periodontal (gengivite)

A gengivite é uma inflamação das gengivas, geralmente causada por uma infecção bacteriana.

Se não for tratada, pode se tornar uma  infecção  mais  grave,  conhecida  como periodontite.

Gengivite e periodontite são as principais causas de perda de dentes em adultos, de acordo com a American Dental Association.

O que causa a gengivite?

Suas gengivas realmente se prendem aos dentes em um ponto mais baixo do que as bordas das gengivas que vemos.

Isso forma um pequeno espaço chamado sulco. Alimentos e placa podem ficar presos neste espaço e causar uma infecção gengival ou gengivite.

A placa é uma película fina de bactérias. Ela se forma constantemente na superfície dos seus dentes. À medida que a placa avança, ela endurece e se torna tártaro. Você pode desenvolver uma infecção quando a placa se estende abaixo da linha da gengiva.

Se não for controlada, a gengivite pode separar as gengivas dos dentes. Isso pode causar danos ao tecido mole e ao osso que suporta os dentes.

O dente pode ficar solto e instável. Se a infecção progride, você pode perder o dente ou precisar de um dentista para removê-lo.

Fatores de risco para gengivite

A seguir estão os fatores de risco para gengivite:

  • Fumar ou mascar tabaco
  • Diabetes
  • Consumir     certos     medicamentos     (contraceptivos     orais,    esteroides, anticonvulsivantes, bloqueadores dos canais de cálcio e quimioterapia)
  • Dentes tortos
  • Aparelhos dentários que se encaixam mal
  • Preenchimentos quebrados
  • Gravidez
  • Fatores genéticos
  • Imunidade comprometida (como com HIV / AIDS)

Quais são os sintomas da gengivite?

Muitas pessoas não sabem que têm gengivite. É possível ter doença gengival sem nenhum sintoma. No entanto, os seguintes sintomas podem ser de gengivite:

  • Gengivas vermelhas, sensíveis ou inchadas
  • Gengivas que sangram quando você escova ou usa fio dental
  • Gengivas que se afastaram dos dentes
  • Dentes soltos
  • Uma mudança em como seus dentes se encaixam quando você morde (má oclusão)
  • Pus entre dentes e gengivas
  • Dor ao mastigar
  • Dentes sensíveis
  • Próteses parciais que já não se encaixam
  • Respiração fétida que não desaparece depois de escovar os dentes

Como é diagnosticada a gengivite?

Durante um exame odontológico, suas gengivas serão sondadas com uma pequena régua. Esta sondagem é uma maneira de verificar se há inflamação. Ele também mede qualquer bolsão ao redor dos dentes.

Uma profundidade normal é de 1 a 3 milímetros. Seu dentista também pode solicitar radiografias para verificar a perda óssea.

Converse com seu dentista sobre os fatores de risco para doenças da gengiva e seus sintomas. Isso pode ajudar a diagnosticar sua gengivite.

Se a gengivite estiver presente, você pode ser encaminhado a um periodontia à. Um periodontista é um dentista especializado no tratamento de doenças da gengiva.

Como é tratada a gengivite?

Você deve praticar a higiene oral adequada para tratar a gengivite. Você também deve reduzir o fumo e controlar seu diabetes. Outros tratamentos incluem:

  • Limpar profundamente seus dentes
  • Medicamentos antibióticos
  • Cirurgia

1 – Limpeza dos dentes

Existem várias técnicas que podem ser usadas para limpar profundamente os dentes sem cirurgia. Todos eles removem a placa e o tártaro para evitar a irritação das gengivas, tais como lasers, raspagem, dentre outros.

2 – Medicamentos

Vários medicamentos podem ser usados para tratar a gengivite:

  • O enxaguante bucal antisséptico contendo clorexidina pode ser usado para desinfetar a boca.
  • Chips antissépticos de liberação programada contendo clorexidina podem ser inseridos nos bolsos após o tratamento da raiz.
  • As microesferas antibióticas feitas com minociclina podem ser inseridas em bolsas após o procedimento de remoção.
  • Antibióticos orais podem ser usados para tratar áreas persistentes de inflamação da gengiva.
  • A cirurgia é um procedimento em que as gengivas são levantadas para trás enquanto a placa bacteriana e o tártaro são removidos das bolsas mais profundas. As gengivas são então suturadas no lugar para se encaixarem perfeitamente ao redor do dente.
  • Os enxertos de osso e tecido podem ser usados quando os dentes e a mandíbula estão muito danificados para cicatrizar.

3 – Cirurgia

A raspagem para remoção de tártaro — placa bacteriana dental que endurece a superfície dos dentes.

Ela pode ser acompanhada de cirurgias de acesso ou cirurgias regenerativas para recuperar o tecido periodontal, além da associação de medicações antimicrobianas.

O processo será necessário caso o tártaro esteja muito profundo. Nesse caso, as superfícies das raízes são expostas para proporcionar uma melhor raspagem. Após a cirurgia, a gengiva é suturada para cicatrização.

Como a gengivite pode ser prevenida?

A gengivite pode ser evitada pela higiene bucal adequada e consistente. Certifique-se de comer uma dieta equilibrada e visite o dentista regularmente.

Escove os dentes três vezes ao dia com creme dental com flúor. Escove seus dentes todos os dias.

Condições de saúde associadas à gengivite

A gengivite está associada a um aumento do risco de diabetes, doenças cardíacas, derrame e doenças pulmonares. Também aumenta o risco de uma mulher ter um filho prematuro ou com baixo peso ao nascer.

Embora a gengivite esteja associada a essas condições de saúde, não se demonstrou que a gengivite as cause. A conexão entre eles exigirá mais pesquisas.

2018 © Copyright BAUMER Dental | Todos os direitos reservados

Nós usamos cookies para oferecermos uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar em nosso site, você concorda com a utilização de cookies. Mais informações

Formulário de Inscrição* 

* O preenchimento desse formulário não garante 100% de sua inscrição. Entraremos em contato para finalizar a mesma.