Idioma:
Tártaro no dente
Tártaro no dente: Como é feita a remoção e quanto tempo leva?

O tártaro no dente é uma figura carimbada entre os principais problemas bucais. Ele pode surgir como uma coisa amarelada, quase marrom, entre os dentes, ou como um tártaro preto abaixo da linha da gengiva.

Ele é um problema que afeta não só a estética dos dentes, como também a saúde, já que pode causar a gengivite e a periodontite. Por isso que as pessoas devem logo ir atrás da limpeza do tártaro após o seu diagnóstico.

E como esse procedimento é realizado? Quanto tempo leva? Prossiga com a leitura do artigo e saiba mais sobre!

Antes de tudo, o que é o tártaro no dente?

“O tártaro no dente é um problema sério, pois afeta o paciente no nível fisiológico e no nível estético.”

O tártaro nos dentes se trata de uma crosta dura e quebradiça, que se forma quando a placa bacteriana não é devidamente removida. Com isso, ela se calcifica na superfície dos dentes (o que é mais fácil de identificar) ou abaixo da margem gengival (mais difícil).

Esse endurecimento por mineralização da placa bacteriana é consequência da limpeza bucal inadequada. O resultado é um depósito duro e com relevo, que pode ser branco, amarelo ou mais escuro (o tártaro preto).

Ele pode ser dois tipos de tártaro, que se localizam nas margens da gengiva:

  • Tártaro infragengival, localizado abaixo da gengiva, invadindo o sulco gengival;
  • Tártaro supragengival, que se localiza acima da margem da gengiva, entre os dentes.

E o que causa o tártaro no dente?

O que causa o tártaro no dente?

O que causa o tártaro no dente é a acumulação de placa bacteriana, que não foi removida através da escovação ou do fio dental. O resultado é que a placa se deposita nas arcadas dentárias por tempos mais prolongados.

Além disso, há fatores que conduzem para uma maior propensão da formação de tártaro, que são:

Quais são os sintomas do tártaro no dente?

Um dos sintomas do tártaro no dente mais comuns é o surgimento de uma cor amarelada nos dentes, entre eles ou na margem gengival. Pela sua porosidade, a superfície do tártaro retém com mais facilidade as manchas resultantes do consumo de:

  • Chá;
  • Café;
  • Certos refrigerantes;
  • Tabaco.

Além disso, o mau hálito é um dos clássicos sintomas do tártaro no dente, tendo um cheiro acentuado em situações de excesso. Por fim, dor bucal também pode ser um sintoma, caso o tártaro evolua para uma gengivite e periodontite.

O tártaro gera complicações?

Se não houver a limpeza de tártaro, ele pode evoluir para outros problemas bucais:

  • Cárie dentária;
  • Gengivite, onde a placa bacteriana e o tártaro passam a irritar e inflamar a gengiva ao redor dos dentes. Posteriormente, também pode causar a periodontite;
  • Entre outras doenças dos dentes e das gengivas.

 

Tártaro no dente
É por essas razões que a remoção do tártaro deve ser realizada imediatamente!

Como é feita a remoção do tártaro?

O tártaro não afeta apenas esteticamente a pessoa, como também fisiologicamente. O tártaro preto, por exemplo, entra em contato com o sangue, podendo evoluir para um caso mais grave.

Inicialmente, uma rotina de escovação aliada com o fio dental pode evitar que a placa endurecida passe da margem da gengiva. Porém, num caso mais avançado, apenas a escova e o creme dental não são suficientes para a limpeza bucal.

1. Raspagem no dente

O principal tratamento para a remoção do tártaro no dente é o clareamento dental, que permite um sorriso mais branco, bonito e livre do tártaro. O clareamento dental consiste em três etapas de limpeza, que são:

  1. Uso do bicarbonato de sódio para retirar toda a placa bacteriana.
  2. Remoção do tártaro através da raspagem no dente, utilizando raspadores e curetas.
  3. Utilização de peróxidos leves para eliminar as manchas leves (geralmente causadas pelo café, vinho, alimentos com corante ou cigarro).

E quanto tempo leva todo esse processo? Depende do tipo de tártaro. O supragengival pode ser removido em apenas uma sessão, enquanto o infragengival pode levar duas sessões para a remoção completa adequada.

2. Remoção a laser

O tratamento a laser permite que centralize a atuação apenas na área do dente e gengiva afetados. Com isso, se tira o tártaro e deixa os dentes mais limpos sem causar danos aos dentes e gengiva que estão saudáveis.

3. Sistema Vector

O Vector se trata de um sistema similar ao raspador ultrassônico, realizando pequenas vibrações em alta velocidade para remover as placas bacterianas e o tártaro. Contudo, causa menor dor e desconforto durante o processo.

4. Opções caseiras
  • Bicarbonato de sódio: coloque a pasta de dentes na escova e polvilhe 1 colher (café) de bicarbonato sobre ela. Escove os dentes por 2 minutos e depois enxágue a boca;
  • Óleo de coco: coloque 1 colher (sopa) de óleo na boca e bocheche por 5-10 minutos (1 a 2 vezes por dia). Ao fim, cuspa o óleo e enxágue a boca.

Conclusão

Após a remoção do tártaro no dente, é importante que reforce os seus hábitos de higiene bucal, sempre escovando os dentes após as refeições. Além disso, se o fio dental não faz parte do seu dia a dia, agora deve fazer.

A melhor solução para o seu problema é evitar que o tártaro no dente volte a surgir novamente. Com cuidados bucais aprimorados, você diminui as chances dessa doença aparecer!

 

A Baumer Dental é especialista em:

  • Biomateriais;
  • Enxerto Ósseo;
  • Regeneração Óssea;
  • Regeneração Tecidual.

2018 © Copyright BAUMER Dental | Todos os direitos reservados

Nós usamos cookies para oferecermos uma melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegar em nosso site, você concorda com a utilização de cookies. Mais informações

Formulário de Inscrição* 

* O preenchimento desse formulário não garante 100% de sua inscrição. Entraremos em contato para finalizar a mesma.